Posicionamento do profissional psicólogo na clínica

Boa noite!

Algumas pessoas, ao pensar em um processo psicoterapêutico, ficam com receio de que suas questões sejam expostas. É algo que comumente aparece nos relatos e que se justifica, tendo em vista que, a pessoa ao procurar esse serviço, busca por sigilo, respeito e acolhimento.

Nesse sentido, acho importante ressaltar que, no Código de Ética Profissional do Psicólogo(a) é explanado o que está descrito na foto acima. Dessa forma, é uma obrigação profissional e ético do(a) psicólogo(a) seguir essa postulação ética. Pois ao contrário, se configura como uma infração disciplinar e pode culminar em aplicação de penalidade.

É importante ressaltar, ainda que, em caso de supervisão e discussão de caso clínico entre profissionais psicólogos, que contribuem para a formação mesmo após a graduação, é possível seguir esse sigilo e a ética, desde que todos os profissionais presentes sigam essa legislação. Em relação a isso, no Código de Ética está escrito que “caberá aos psicólogos docentes ou supervisores esclarecer, informar, orientar e exigir dos estudantes a observância dos princípios e normas contidas neste Código”. Ou seja, é necessário que os(as) psicólogos(as) tenham o manejo ético e profissional para seguir esses preceitos, seja individual ou coletivamente, na convivência profissional.

👩🏻‍💻 Psicóloga Taíza Queiroz Lima
👩🏻‍🎓 CRP-04/56933

#psicólogataizaqueirozlima #psicólogaclínica #psicologiaclinica #psicoterapiaonline #autoconhecimento #atendimentoonline #códigodeéticaprofissionaldopsicólogo #conselhofederaldepsicologia #cfp #crp

Facebook Comments

Deixe uma resposta