Pular para a barra de ferramentas
 

ENTREVISTA ESPECIAL COM PATRÍCIA REIS

1 – Como você descobriu a vocação para ser psicóloga?

Quando criança, brincava com papéis e lápis, era a brincadeira favorita. Fui crescendo e me aproximando dos adultos, amava ouvir as histórias, mesmo sem entender bem o que diziam, prestava atenção em tudo e buscava enxergar além, através da essência de cada conto. Quando adulta, praticando a empatia para com o outro, pude perceber que se tratava de um amor e precisava colocar em prática o que cultivava desde a infância. Assim, após muitas pesquisas, e a conclusão da faculdade de Administração, resolvi então fazer a graduação de Psicologia, escolha na qual não foi difícil e que tenho enorme orgulho em exercer tão maravilhosa profissão.

 

2 – Você enfrentou muitas dificuldades no início da sua graduação?

Costumo dizer que o impulso que te leva para frente também pode te levar para trás. Tive momentos que me motivaram seguir, e outros, me fizeram pensar em desistir, mas meus ideais eram claros e meu foco, maior ainda. Horas sem dormir, abrir mão de uma alimentação saudável, finais de semana estudando ou dormindo, ausência das festas com as amigas, provas difíceis, sono… Mas posso ser sincera? Faria tudo novamente se preciso fosse, pois procuro usar meus impulsos sempre para frente, pois é caminhando que se conquista o impossível.

 

3 – Quais foram as pessoas que mais te incentivaram a seguir a diante com seu grande sonho?

Sempre tive apoio da minha família em todas minhas escolhas e decisões. Quando resolvi dizer aos meus pais que mais uma vez ingressaria em uma graduação, mesmo com vários motivos para não me arriscar, eles me disseram que seria possível e me apoiaram no que foi necessário.De maneira geral posso lhe dizer que tive o que mais necessitava: Pessoas que acreditavam em mim e valorizavam a busca dos meus ideais, me ouviram quando eu dizia e me motivaram quando eu me calava.

 

4 – Porque você escolheu a área de recursos humanos? Para você o que é gestão de pessoas?

Por ser formada em Administração, tive a oportunidade de fazer  teste no setor de Rh, há quase 7 anos carrego comigo o orgulho em ser parte do desenvolvimento de pessoas. Digo que o Rh me escolheu, chegou e me construiu profissionalmente.  Como diria Confucio:  “Escolha um trabalho que você ame e nunca terá que trabalhar um dia sequer na sua vida”.

Sobre Gestão de pessoas, acredito que, no mundo corporativo em que vivemos, os indivíduos carregam consigo os seus valores pessoais, porém aprenderão em conjunto com o grupo os valores de uma  organização. E estando em sintonia com eles, é muito provável que esta relação caminhe de forma satisfatória e compensatória para ambas as partes. Serão valores que tanto a empresa, quanto os empregados têm em comum.

 

5 – O que os leitores, internautas e futuros seguidores dos portais Sistema  J1, vão encontrar na sua coluna?

Estarei em busca de conhecimento para os leitores, buscando, de maneira clara e objetiva, fazer com que todos possam ter momentos de reflexão de si e principalmente do cotidiano em que se vive. Levantar dúvidas, questões ou até mesmo conseguir com que os mesmos consigam respostas que se encontram obscuras no momento.

Pretendo levar meu vasto conhecimento na área organizacional, auxiliando a todos, esclarecendo dúvidas frequentes sobre o mercado de trabalho e busca frequente pela  inserção no mesmo. Enquanto Psicóloga Clínica, na perspectiva do nosso código de ética, deixar sempre claro tamanha importância do sigilo entre atendimentos de pacientes, respeito e empatia para com todos.

 

6 – Momento para suas considerações sobre a vida humana, com seus dilemas e perspectivas de felicidade e realizações pessoais profissionais.

Sou feitas de planos livres que desconhecem o limite entre o impossível e possível, o instante que existe em cada infinito que fantasio. Acredito que a essência de nossa existência vai além do que vemos, sentimos e tocamos. A minha verdade é diferente da sua e de qualquer outra pessoa, da mesma maneira que a verdade de qualquer um é subjetiva, cabendo a cada um respeitar e ter empatia, para que assim, consigamos todos viver de maneira mais mansa, calma e feliz.

A psicologia é uma ciência linda e merece todo respeito, são anos de estudos em prol de um trabalho embasado no código de Ética, respeitando o espaço do outro e principalmente fazendo com que o outro, antes de alcançar voos, consiga, de verdade, estar bem consigo mesmo.

Patrícia Reis

📌Psicóloga Organizacional
📌Psicóloga Clínica
📌Graduada em Administração com Ênfase Eficaz de Equipes

Atendimento Psicológico
“Clínica Viver”- Centro de Itatiaiuçu


Contato:31 999820504

Facebook Comments

Sistema J1

Deixe uma resposta

Next Post

Todas as vítimas da explosão do gasômetro receberam alta do hospital

sáb ago 11 , 2018
As trinta e quatro pessoas deram entrada no Hospital Márcio Cunha , em Ipatinga, no Vale do Aço, já foram liberadas até este sábado (11) Cidades – Belo Horizonte, Mg. Ipatinga . Explosao em gasometro da Usiminas, em Ipatinga, deixa 34 feridos. Durante a confusao funcionarios ajudaram a evacuar os […]