Sergio Guizé vai morar no interior com Bianca Bin: “Ela é minha companheira”

Bianca Bin e Sergio Guizé || Créditos: Reprodução Instagram

Sergio Guizé, depois de interpretar Gael no sucesso “O Outro Lado do Paraíso”, não tem data para o fim de suas férias na TV. No cinema, está lançando “Além do Homem” nesta semana e na outra é a vez de “Mulheres Alteradas”. Depois? Vai se mudar para o interior com a namorada, Bianca Bin, com quem se envolveu nos bastidores da novela. Isso, morar mesmo, sem data pra voltar. Os dois, sempre discretos, estão escancaradamente apaixonados… “Dói de bom, arde de doce, queima, acalma, mata, cria”, escreveu a atriz no Instagram na legenda de uma foto deles. Glamurama foi conversar com Sergio sobre amor, meditação, vontade de pisar na terra, o CD que ele quer lançar… Vem ler! (por Michelle Licory)

Glamurama: Sobre “Além do Homem”, conta um pouco do seu personagem?

Sergio Guizé: “O Alberto é um tipo comum, um homem moderno que vai buscar felicidade fora do país, que quer porque quer viver na sociedade parisiense como artista e escritor. Ele apresenta seu projeto para um grande editor de lá, casa com a filha do editor, pensa que então terá sua grande chance… E esse editor fala para o Alberto voltar para o Brasil e terminar o diário de um amigo dele que foi para o interior do país e acabou sendo devorado por canibais. Aí começa a viagem dele, a contragosto, mas durante o caminho o Alberto vai se desmontando, e redescobrindo o Brasil. Ele represente algo bacana nos dias de hoje que é a busca da identidade nacional, do olhar pra dentro… É um personagem alegórico, que vai entendendo também o feminino dentro dele. A gente trabalha bastante com realismo fantástico nesse filme e eu tenho muito orgulho desse trabalho”.

Glamurama: Você já se desiludiu com o Brasil a ponto de querer ir embora?

Sérgio Guizé: “Não. O homem é refém de sua cultura. No Brasil de hoje, estão tentando destruir nossa cultura. Essa é a maior arma deles contra a gente: emburrecer a sociedade. Não julgo ninguém. Tem gente que sai do país mesmo por desespero, medo. Mas não sairia. O que procuro lá fora é só aprender mais, mas sempre pra voltar pra cá, para trazer esse aprendizado e essa bagagem para quem convive comigo”.

Glamurama: Como você tem aproveitado suas férias da TV?

Sergio Guizé: “Estou tocando, pintando, meditando. Tenho um disco para lançar com a minha banda… Estou me reciclando para poder oferecer algo bacana no meu próximo trabalho, me sentir transformado e transformar”.

Glamurama: Um disco? Conta pra gente!

Sergio Guizé: “Ah, ele já está até ficando velho porque gravei antes da novela, mas não tive ainda a oportunidade de lançar… Acho que juntou o meu melhor, cada um da banda deu seu melhor… Tem uma canção do meu amigo dramaturgo Mario Bortolotto, ‘Tudo Sagrado’, que dá nome ao disco, e outras sete, metade só músicas minhas, metade minhas com a banda… Estou esperando o momento certo de lançar… Sobre o que componho? Depende do momento da vida. Entrei na banda com 19 anos e estou com 38. A gente escreve sobre o que está vivendo, os personagens, um livro que lê, uma poesia que vira música, algo que acontece. Fiz uma para o meu afilhado, por exemplo. Acho que a arte tem que ser coerente com a vida. A vida está pra arte como a uva está pro vinho: acredito muito nisso”.

Glamurama: A gente ouviu dizer que você vai se mudar para o interior…

Sergio Guizé: “Sim, vou morar no interior, pelo menos até o ano que vem. Vou me mudar mesmo, sem data pra voltar. Vou para onde o trabalho está. Como agora não estou trabalhando, vou me reciclar, viver outras coisas. Quando aparecer um próximo projeto, penso se volto. É uma casa no interior de São Paulo. Ah, gosto muito de pisar na terra, de flores, de plantar, meditar, subir em árvore”.

Glamurama: E a Bianca? Vai morar junto com você nesse lugar?

Sergio Guizé: “Estamos morando juntos, ela é minha companheira. Sim, ela vai, a família dela também é de lá”.

Facebook Comments

Deixe uma resposta