Lilia Cabral dá pistas sobre sua vilã em novela de realismo fantástico

Lilia Cabral || Créditos: Divulgação

Lilia Cabral começa a gravar em julho “O Sétimo Guardião”, novela que marca a volta de Aguinaldo Silva ao estilo realismo fantástico, prevista para substituir “Segundo Sol” em novembro – com direção de Rogerio Gomes. “É uma história surpreendente. É realismo fantástico, não tem nada a ver com nosso cotidiano, mas ao mesmo tempo não deixa de ser uma crônica. Os personagens são muito conhecidos no Brasil inteiro”, nos disse a atriz, dando pistas do que esperar da trama.

“Sei tudo, mas a gente não fala”, soltou Lilia, provocando nossa curiosidade. O que Glamurama apurou: a novela se passa em Serro Azul, cidadezinha de interior que já apareceu em outras obras do mesmo escritor, como “Indomada” e “Fera Ferida”. A atriz interpreta a grande vilã, Valentina, que foi expulsa da cidade no passado e volta tentando se vingar e se apropriar de uma fonte da juventude… A malvada é irmã mais nova da personagem de Leticia Spiller, que por causa da água dessa fonte não aparenta a idade.

Valentina é mãe do protagonista, Gabriel [Bruno Gagliasso], e quer separar o filho da mocinha da história, papel de Marina Ruy Barbosa. Bruno, que também conversou com a gente sobre o novo trabalho, adiantou que vai ter um “superpoder” na ficção. Perguntamos para Lilia se ela também terá: “Eu não terei poder, só dinheiro”. Uma vilã “rycah”, glamurette…

Por falar em sobrenatural, Lilia, que acabou de assistir ao filme de Candé Salles sobre o famoso médium João de Deus, disse que não faz parte da extensa turma de globais que faz fila para ser atendida por ele em Abadiânia, mas… “Tenho muita vontade de conhece-lo e ir a esse lugar onde as pessoas vão em busca de espiritualidade e de um conforto, até mesmo para a própria saúde. Sei que vou um dia. Nunca passei por nenhum problema assim, que precisasse de cura espiritual, mas na minha família por parte de mãe tinha gente que acreditava e fazia questão de procurar o Zé Arigó [que supostamente incorporava o espírito do médico alemão Dr. Fritz entre as décadas de 50 e 70 e fazia cirurgias espirituais] quando precisava… E conseguia a cura. Vão até fazer um filme sobre ele também”.

(por Michelle Licory)

Fonte:Glamurama

Facebook Comments

Deixe uma resposta