Pular para a barra de ferramentas

“ONDE NASCEM OS FORTES”/ Alexandre Nero será um poderoso empresário na TV

Ator está na nova supersérie da Globo, que tem estreia prevista para abril

Alexandre Nero

Pedro (Alexandre Nero) usa a imagem de homem bem-sucedido para esconder suas frustrações

Após protagonizar o seriado de humor “Filhos da Pátria” (2017), Alexandre Nero está de volta às novelas. O ator, que completa 48 anos no próximo dia 13, está no elenco de “Onde Nascem os Fortes”, nova supersérie – nome dado pela Globo aos folhetins exibidos na faixa das 23h – que tem estreia prevista para o dia 23 de abril.

Nero será Pedro Gouveia, um homem que acredita no poder transformador do trabalho. Apaixonado pela terra natal – a fictícia Sertão, localizada no Nordeste do Brasil –, construiu por lá sua fortuna: visionário e destemido, decidiu investir na exploração de bentonita, uma espécie de argila usada para fins industriais, comum na região. Logo tornou-se o todo-poderoso das redondezas e, por causa do sucesso do negócio, passou a ser conhecido como o rei de Sertão.

“Pedro é um homem forte da porta para fora, mas tem fragilidades na vida privada. De algum modo, não se revela por completo e usa a imagem de todo-poderoso da região como uma defesa”, avalia o ator paranaense.

Aos poucos, o telespectador vai perceber as fragilidades de Pedro Gouveia. Ele mantém um casamento de muitos anos com Rosinete (Debora Bloch). Entretanto, a relação dos dois não vai nada bem. Por isso, ele tenta compensar o fracasso conjugal na relação que mantém com a amante, Joana (Maeve Jinkings), funcionária de sua fábrica.

Mas o empresário não cogita se divorciar de Rosinete, pois se diz apaixonado pela família e não suportaria a ideia de vê-la ruir.

Pedro e a mulher têm dois filhos: primogênito, o paleontólogo Hermano (Gabriel Leone) foi adotado ainda menino; Aurora (Lara Tremouroux), a caçula, que, por ser portadora de lúpus – doença incurável e autoimune –, é superprotegida pelos pais.

“(Pedro) não é um personagem totalmente bom nem totalmente mau, o que o torna muito humano. O que acho mais interessante é que muitas das decisões que ele toma podem esconder seu verdadeiro caráter. É um homem encantador, capaz de amar, proteger, sobretudo a família, mas também pode agir de forma intempestiva quando se sente afrontado”, adianta Nero.

História. Escrita por George Moura e Sergio Goldenberg, “Onde Nascem os Fortes” conta a saga de Maria (Alice Wegmann), que tenta descobrir o paradeiro do irmão gêmeo, Nonato (Marco Pigossi), desaparecido após flertar com Joana, amante de Pedro Gouveia.

O suposto envolvimento do empresário no sumiço de Nonato é o estopim de uma batalha, que interrompe de forma abrupta romances, altera o destino de uns e obriga outros a desenterrarem segredos de família.

“Partimos das bases clássicas do folhetim, mas com desdobramentos que são um retrato do Brasil de hoje, com todas as suas contradições”, explica José Luiz Villamarim, que assina a direção artística da trama.

Nordeste. O interior da Paraíba serviu de locação para as cenas de “Onde Nascem os Fortes”. As gravações começaram em outubro do ano passado na zona rural de cidades como Cabaceiras, São João do Cariri, Boa Vista, Soledade e Gurjão. Cinco caminhões saíram dos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, com equipamentos e figurinos.

Elenco. Patrícia Pillar, Fábio Assunção, Irandhir Santos, Enrique Diaz e Jesuíta Barbosa também estão na supersérie.

FOTO: ESTEVAM AVELLAR/TV GLOBO
Marco Pigossi, Alice Wegmann
Marco Pigossi e Alice Wegmann serão irmãos no novo folhetim
FOTO: ESTEVAM AVELLAR/TV GLOBO
Fábio Assunção
Fábio Assunção interpreta o juiz Ramiro, inimigo de Pedro

Fonte:www.otempo.com.br

Facebook Comments

Deixe uma resposta