Pular para a barra de ferramentas
 

Com qual emoção você come? Aspectos sobre o falar e o comer.

POR FERNANDA TELES

Em algum momento se fará possível refletir: você come com qual emoção? Quando nos alimentamos, não podemos nos olvidar de que também comemos com a emoção. Aquela comida favorita, o prato saboroso feito por quem amamos, mesmo que contendo alimentos nada saudáveis, despertando em nós sensações extraordinárias e inesquecíveis. No entanto, quando realizamos as nossas refeições, as fazendo ou não, colocamos aí também as nossas emoções que podem variar de acordo com o que vivemos no momento, ou próximo ao momento em que nos alimentamos. Por diversas vezes podemos ouvir alguém dizer que “a comida entalou” ou então, que por ansiedade ou sem se perceber, comeu além do que queria e conseguiria se satisfazer.

Sobre os transtornos alimentares podemos nos referir a Anorexia como o excesso de não comer, assim como à Bulimia como o excesso de comer. Mas o que será ingerido a partir das emoções durante a alimentação? Cada pessoa come de forma singular, bem como, fala de forma peculiar.

Muitas vezes, mais importante do que o que colocamos ou não para dentro é o que não conseguimos colocar para fora em palavras, e tornam-se um impedimento para se ter uma alimentação salutar. Por isso, as palavras têm extremo valor para o ato de se alimentar. Comemos palavras. Comemos com as palavras. As que falamos ou guardamos. As que proferimos ou ouvimos. Saudáveis ou não. Mas como nos elucida o sábio William Shakespeare através de seu eloquente Menestrel – Aprender, “Aprende que falar pode aliviar dores emocionais”, despontando uma oportunidade e possibilidade de aprender a fazer algo novo com o dano causado.

Portanto, procure um profissional especializado em escutar “palavras presas” para não se tornar “presa” (prisioneiro) de suas próprias palavras. Salientando ainda a importância de um espaço de fala para as crianças e os adolescentes que também passam por situações similares a pessoa adulta. Em muitos casos é recomendável também a prescrição medicamentosa orientada por um psiquiatra.

Fernanda Teles/Psicóloga Clínica
Foto:Reprodução/Facebook
Contatos:(37) 9942-6675 / (37) 9132-1311

nandatelespsico@hotmail.com
Facebook Comments

Sistema J1

Deixe uma resposta

Next Post

LANÇAMENTO NA REVIGORE!

qua jun 28 , 2017
Por Rubia Pinheiro Azevedo AULA BELLYFITNESS COM A top Mônica Dança do Ventre!BellyFitness é o método de aula desenvolvido em 2012 pela bailarina e educadora física Bruna Nassif. Afim de promover melhora de saúde, qualidade de vida e bem-estar através da dança do ventre, Bruna iniciou seus estudos afim de […]