Pular para a barra de ferramentas

Flores na vida

POR FERNANDA TELES

Interessante pensar nas flores. Sempre se espera receber flores para a morte, como se inclusive elas nascessem para o tal momento fúnebre. Neste momento não se pode faltar pétalas, das mais simples que sejam e de diversificadas espécies. Outro momento inestimável onde certamente haverá sua presença é nos altares, através dos enlaces matrimoniais ou mesmo como uma adoração. Dois ritos importantes contemplados pela presença das flores. Não se presume aqui falar da exclusividade da flor em determinados momentos ou situações em que sua participação se torna imprescindível. Flores não nascem para a lógica da colheita e adornos. Há que se pensar na sutileza da vida e existência da flor. Há que se pensar na vida… Vida que passa corriqueira, por vezes ensurdecida, obscurecida, destituída de vida. Despercebida de amores. Será preciso um jardim para dizer da importância da Flor? Será preciso rituais para dizer da relevância da Vida? Apartar-se da vida para reverberar sua importância atrás da flor? Proponho Flores na Vida! Vida que não oferece sentinela para “sentir nela” o suave e singelo perfume da flor, quando apenas se emana fugaz. Não será preciso ser levado pelo vento, para perceber o frescor da brisa. Não será preciso passar pela vida para ao seu findar receber suas flores nos mais belos e singulares arranjos, envolvidos por mensagens dos que em vida o amaram mesmo nunca sendo isso pronunciado. A vida passa, as flores murcham… Flores podem se tornar lembranças, corroborar o afeto investido… mas ainda sim vão fenecer. Já nos advertiu William Shakespeare em seu, O Menestrel: “Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.”. Certamente é mais propício aguardar pelas flores no jardim ou esperar que num piscar de olhos elas se tornem ornamentos para a vida. Mas como dizia o Poetinha: “Por que a vida só se dá pra quem se deu, pra quem amou, pra quem chorou pra quem sofreu, ai…”. E que a vida floresça infindavelmente!…

__________________________________ 
 Fernanda Teles

(37) 9942-6675 / (37) 9132-1311

nandatelespsico@hotmail.com
Facebook Comments

Deixe uma resposta