Pular para a barra de ferramentas

Papa cria 17 novos cardeais, entre eles o arcebispo de Brasília/ Francisco entregou a 17 novos cardeais de 11 países o anel e o barrete vermelho. Dom Sergio da Rocha também será colaborador direto do Papa.

 

Brasília - O presidente da CNBB, Dom Sérgio da Rocha, durante entrevista coletiva para divulgar nota sobre o momento atual do Brasil (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília – O presidente da CNBB, Dom Sérgio da Rocha, durante entrevista coletiva para divulgar nota sobre o momento atual do Brasil (Valter Campanato/Agência Brasil)

A Igreja Católica tem novos cardeais, entre eles um brasileiro. Na véspera do fim do Jubileu – o Ano Santo da Igreja -, o Papa Francisco entregou a 17 novos cardeais de 11 países dos cinco continentes o anel e o barrete vermelho.

O brasileiro Dom Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília, também será um colaborador direto do Papa. Ele observou que o anel tem um grande significado.
“Anel lembra aliança. Então aliança com Deus, aliança da Igreja, essa aliança que se faz de comunhão com o Papa, de comunhão com a Igreja inteira”, afirmou o arcebispo de Brasília e presidente da CNBB.

O presidente da Conferência Episcopal Brasileira está entre os 13 criados neste sábado (19) com menos de 80 anos, portanto com direito a voto num eventual conclave.

O Collegio Cardinalizio agora fica com 228 representantes, 121 eleitores. O Brasil tem 11 cardeais, cinco deles podem escolher o Papa.

Francisco dedicou a homilia ao que chamou de vírus da inimizade, uma referência ao grupo de conservadores deliberadamente contrário ao seu pontificado. Pediu o fim das divisões e a unidade da Igreja. E que os novos cardeais saibam perdoar.

Este foi o último evento do Jubileu da Misericórdia, antes da missa de encerramento que será celebrada domingo (20). O Papa Francisco vai fechar a porta santa da Basílica de São Pedro. Mais de 20 milhões de fieis foram a Roma durante o Jubileu.

FONTE:GLOBO.COM

Facebook Comments

Sistema J1

Deixe uma resposta