Dica do dia..

Olha que a chance é grande. A mesma profecia vale para quem se julga muito esperto, subestima a inteligência alheia e/ou passa por cima dos outros como se nada fossem, normalmente depois de conseguirem o que almejavam…
Esse gosto de algumas pessoas por “passarem o rodo” não é novidade, assim como não é de se surpreender sua tendência à tornar-se pano de chão. Para não cair nessa decadência, sugiro aos adeptos do modo rodo, o escancarar das suas passadas. Sim! Se a pessoa está a fim de pegar geral é direito dela, desde que “geral” esteja informada e saiba que por ali não há exclusividade. Assim, o combinado não sai caro e está tudo certo para as partes envolvidas que topam a empreitada.
Agoooora, para você que foi pega(o) de surpresa ou melhor, envolvida(o) e levada(o) pelo “rodo” sem nem se dar conta de onde se metia, o jeito é ficar mais esperta(o) para sacar esses tipos mais traiçoeiros que passam o rodo na surdina, escondendo o jogo, daquele jeitinho para ninguém perceber… Mas, devo enfatizar e claro, te provocar algum alívio na alma, que esses daí não costumam revelar um futuro muito promissor não, viu? Logo se quebram, e no máximo se tornam aqueles paninhos de chão sujinhos, detonadinhos, que vez ou outra lembramos de procurá-los para dar um jeito em alguma sujeirinha por aí…

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Foto:Reprodução

Fonte: Pamela Magalhães Psicologa

Facebook Comments

Deixe uma resposta